dieta mediterrânea

Dieta Mediterrânea: o que é e quais os benefícios

O que é?

A dieta mediterrânea é uma forma de alimentação baseada nas cozinhas tradicionais dos países do Mar Mediterrâneo. Além disso, ela incorpora os hábitos de vida saudáveis de pessoas de países dessa região, incluindo França, Grécia, Itália e Espanha.

A dieta mediterrânea pode oferecer uma série de benefícios à sua saúde. Dentre eles,  destacamos a perda de peso,  prevenção de doenças do coração e do cérebro, redução do risco de câncer e prevenção e controle do diabetes.  

História e evidências

O interesse pela dieta começou na década de 1950, quando se observou que as doenças cardíacas não eram tão comuns nos países mediterrâneos como era nos EUA. Desde então, vários estudos confirmaram que a dieta mediterrânea ajuda a prevenir doenças cardiovasculares.

Uma meta-análise publicada em 2019 na revista Nutrients, por exemplo, sugere que o consumo de uma dieta mediterrânea está associado a a redução de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e obesidade.

Que tipo de alimentos estão incluídos na dieta mediterrânea?

Você comerá principalmente  alimentos à base de plantas, como vegetais, legumes, frutas, nozes,grãos inteiros, sementes, ervas, e especiarias.

As refeições são planejadas em torno desses alimentos. E o azeite é a principal fonte de gordura adicionada. 

Peixes, frutos do mar, laticínios e aves são incluídos com moderação.  

Você deve evitar alimentos fritos, doces, carnes vermelhas, laticínios e produtos de farinha branca.

O que é interessante nessa dieta é que você não precisará de uma calculadora para este plano de refeições.

Prefira “gorduras” saudáveis 

Como dito anteriormente, o azeite de oliva é a principal fonte de gordura adicionada na dieta mediterrânea. Ele  fornece gordura monoinsaturada, que reduz o colesterol total e os níveis de lipoproteína de baixa densidade (ou colesterol “ruim”). Nozes e sementes também contêm gordura monoinsaturada que são benéficas para sua saúde.

Que tal vinho?

O vinho é frequentemente associado à dieta mediterrânea. Um copo com as refeições é comum em muitos países mediterrâneos, onde as refeições costumam ser descontraídas e sociais. Alguns estudos sugerem que, para algumas pessoas, até um copo por dia pode ser bom para o coração. Converse com seu médico para ver se é uma boa ideia para você.

Quanto custa a Dieta Mediterrânea?

O custo da dieta mediterrânea, como a maioria dos aspectos da dieta, depende de como você a molda. Embora alguns ingredientes – azeite, nozes, peixe e produtos frescos – possam ser caros, você pode encontrar maneiras de manter a conta razoável. Especialmente se estiver substituindo carnes vermelhas e refeições fora de casa por comida caseira baseada em vegetais.

É fácil seguir a dieta mediterrânea?

Como as dietas mediterrâneas não proíbem grupos alimentares inteiros, você não deve ter problemas para obedecer a longo prazo.

As receitas mediterrâneas são abundantes. Uma simples pesquisa no Google irá revelar muitas ideias de refeições mediterrâneas saudáveis.

A fome não deve ser um problema nesta dieta. Fibras e gorduras saudáveis são saciantes, e você comerá muitos produtos hortifrutigranjeiros cheios de fibras e grãos inteiros. Além disso, vai  cozinhar com gorduras saciantes como o azeite de oliva.

Cardiologia – Curitiba

A Loyola e Avellar possui profissionais capacitados e tem como objetivo cuidar da saúde e bem-estar de seus pacientes.  Agende sua consulta agora mesmo:   41.3076-3054 ou whatsapp

Dr. Alexandre L. S . Avellar Fonseca – Cardiologista