Vitamina D e antidepressivos podem melhorar a qualidade de vida em pacientes com fibromialgia

L&A ATUALIZAÇÕES

Vitamina D e Fibromialgia

De acordo com pesquisadores, pacientes com fibromialgia com deficiência devitamina D podem se beneficiar física e psicologicamente com a suplementação de vitamina D combinada com algum antidepressivo. O estudo “Effects of vitamin D optimization on quality of life of patients with fibromyalgia: A randomized controlled trial” foi publicado no Jornal Médico da República Islâmica do Irã.

A vitamina D é essencial na manutenção da função do sistema musculoesquelético e níveis reduzidos deste composto têm sido relacionados há muito tempo à dor crônica generalizada, o principal sintoma da fibromialgia.

Ainda não há consenso sobre a associação da vitamina D e fibromialgia. Diversos estudos demonstraram uma correlação positiva entre dores musculoesqueléticas inespecíficas e níveis baixos de vitamina D, no entanto, outros estudos não encontraram qualquer associação entre a fibromialgia e a vitamina D.

Segundo os pesquisadores da Universidade de Ciências Médicas do Irã, até o momento existe apenas um estudo randomizado controlado publicado sobre o papel da vitamina D na fibromialgia. E esse estudo mostra a eficácia da 25-hidroxi vitamina D na redução da dor e sintomas de fadiga matinal dos pacientes.

Uma vez que a fibromialgia é uma doença em que o paciente apresenta sintomas tanto físicos quanto psicológicos, os cientistas supuseram que suplementos de vitamina D combinados com um antidepressivo de baixa dose poderiam melhorar alguns sintomas. A American Pain Society já recomenda dose baixa do antidepressivo trazodona para melhorar a qualidade do sono em pessoas com fibromialgia.

O estudo

O estudo em questão foi randomizado, duplo-cego e controlado por placebo e incluiu 74 pacientes que receberam aleatoriamente um comprimido de trazodona 25 mg todos os dias na hora de dormir, mais vitamina D por via oral 50.000 UI uma vez por semana ou 25 mg de trazodona diariamente ao deitar e um placebo (sem a vitamina) por oito semanas.

Os pesquisadores usaram o Índice de Dor Generalizada (WPI) para registrar as áreas do corpo onde os pacientes sentiram dor na última semana antes da avaliação médica; o Questionário de Impacto de Fibromialgia (FIQ) para medir os sintomas articulares e o estado funcional; o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (PSQI) para avaliar a qualidade e os padrão de sono em relação ao mês anterior; e o Questionário de Qualidade de Vída (SF-36).

Os pacientes foram avaliados no início do estudo e nas semanas quatro e oito após o início do tratamento. Os pesquisadores relataram que dos 74 pacientes do estudo, 10 (13,5%) foram identificados com insuficiência de vitamina D e 64 (86,5%) com deficiência de vitamina D.

Resultados

Melhorias na percepção da dor foram mais evidentes no braço de vitamina D-trazodona. Também foram observadas no grupo experimental, comparando-se com o grupo controle, melhorias significativas nos sintomas da doença, incluindo dor, fadiga, cansaço matinal, rigidez, ansiedade e depressão.

A melhora na qualidade do sono também foi observada em ambos os grupos, o que pode estar relacionado ao efeito farmacológico do antidepressivo de induzir sono reparador. A associação de suplementos de vitamina D e trazodona melhorou a qualidade de vida dos pacientes significativamente, tanto física quanto mentalmente, quando comparados com o grupo controle.

Conclusão

Este estudo mostrou que os suplementos de vitamina D são uma opção de tratamento seguro e barato que parece melhorar a qualidade de vida em pacientes com fibromialgia. Usar um antidepressivo junto com  vitamina D se mostra promissor no manejo terapêutico dos sintomas físicos e psicológicos na fibromialgia.

Segundo os pesquisadores,  estudos semelhantes com períodos de acompanhamento mais longos são necessários para explorar ainda mais o impacto da otimização da vitamina D na qualidade de vida dos pacientes com fibromialgia.

Texto publicado no Fibromyalgia News Today

 

 

Não deixe de ler também: 

Dieta 1

 

Fibromialgia e Dieta: O que existe de novidade? 

 

Avacen 100

 

Dispositivo Avacen 100 para fibromialgia ganha prêmio por inovação

 

A Loyola e Avellar possui profissionais capacitados e tem como objetivo cuidar da saúde e bem-estar de seus pacientes.  Agende sua consulta agora mesmo:  https://loyolaeavellar.com.br/clinica/contato/ ou 41.3076-3054

Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca CRM-PR 24-812

 

Dr. Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca – Reumatologista