Quais as doenças mais comuns relacionadas à reumatologia?

Recentemente, publicamos aqui em nosso blog uma matéria intitulada “Reumatologista em Curitiba: Entenda o que esse profissional trata”, onde destacamos algumas doenças relacionadas com essa especialidade. Hoje daremos continuidade ao tema e explicaremos de forma mais detalhada as doenças mais comuns na reumatologia que devem ser tratadas com a orientação de um especialista.

Ao contrário do que muitos pensam,  as doenças reumatológicas não são restritas apenas aos idosos, podendo acometer qualquer faixa etária, inclusive crianças. Muitas dessas doenças são de evolução crônica e necessitam de um tratamento prolongado.

Conheça a seguir as doenças mais comuns relacionadas à reumatologia:

Lombalgia

Mais popularmente conhecida como dor nas costas, especificamente na coluna lombar, é uma das principais causas de visita médica em todo o mundo. Mais de 80% dos adultos apresentará esse sintoma pelo menos uma vez na vida.

A maioria dos casos de dor lombar são de evolução favorável, apresentando um bom prognóstico. E apesar de existirem diversas causas, a grande maioria dos pacientes apresentará dor lombar “mecânica” ou não específica (ex. distensão muscular ou entorse), isto quer dizer, não é de causa infecciosa, neoplásica ou inflamatória (ex. espondiloartrites). Alguns fatores de risco para lombalgia são: tabagismo, obesidade, sedentarismo, idade avançada, trabalho extenuante, baixo nível de escolaridade, insatisfação no trabalho e transtornos psicológicos.

O especialista é sempre o profissional indicado para tirar as dúvidas da possível causa da dor lombar. (Saiba mais sobre lombalgia clicando aqui )

Osteoartrite

Conhecida também como artrose ou osteoatrose, é a principal causa de incapacidade funcional nos idosos. Pode acometer qualquer faixa etária. Sabe-se hoje que a osteoartrite é causada pela interação de vários fatores como a integridade da articulação, genética, inflamação local, forças mecânicas e processos celulares e bioquímicos.

Seu principal sintoma é a dor articular precipitada pelo exercício e que alivia com o repouso. As articulações mais acometidas são as mãos, quadris, joelhos, pés e coluna. E os principais fatores de risco são a idade avançada, sexo feminino, obesidade, determinadas ocupações, atividades esportivas específicas e traumas articulares prévios.

Osteoporose

Doença bastante comum, associada à alta morbimortalidade, que afeta principalmente mulheres após a menopausa , cuja patogênese inclui a perda acelerada da massa óssea e da alteração de sua microestrutura, levando consequentemente à fragilidade óssea e aumento dos riscos de fratura.

O diagnóstico é comumente realizado através da densitometria óssea (DMO). Alguns dos principais fatores de risco para o desenvolvimento dessa doença são: idade avançada, sexo feminino, pele branca (origem caucasiana), histórico prévia e familiar de fratura, vida sedentária, baixa ingestão de cálcio e/ou vitamina D, abagismo e ingestão excessiva de álcool. (Saiba mais sobre osteoporose clicando aqui )

Fibromialgia

Síndrome caracterizada por dor musculoesquelética difusa crônica, não deformante,  frequentemente acompanhada de fadiga, distúrbios do sono, alterações cognitivas (ex. falta de atenção), parestesias de membros (formigamentos), sintomas psiquiátricos e diversos sintomas somáticos . É a principal causa de dor musculoesquelética em mulheres entre 20 e 55 anos com uma prevalência de 2 a 3% da população, podendo aumentar com a idade. (Saiba mais sobre lombalgia clicando aqui )

Os exames laboratoriais e radiológicos são sempre normais na ausência de outras doenças. Frequentemente associado à síndrome do intestino irritável, migrânea e disfunção temporomandibular (DTM).

Não deixe de ler também: 

Reumatismo

Reumatismo: entenda o que é 

A Loyola e Avellar possui profissionais capacitados e tem como objetivo cuidar da saúde e bem-estar de seus pacientes.  Agende sua consulta agora mesmo:  https://loyolaeavellar.com.br/contato/ ou 41.3076-3054

Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca CRM-PR 24-812

Dr. Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca – Reumatologista