o que é artrite?

Artrite: o que é, quais os sintomas, causas e tratamento?

O que é artrite?

Umas das perguntas mais frequentes no consultório do reumatologista é: “O que é artrite? ” Artrite é o termo utilizado para descrever a inflamação de uma determinada articulação. Do grego “ARTHROS” que significa articulação, mais o sufixo “ITE” que significa inflamação. No entanto, muitas vezes o termo “artrite” é utilizado de maneira errada, e ao invés de designar uma manifestação clínica,  designa-se incorretamente uma doença específica. A artrite está presente em mais de 100 tipos de doenças com causas, diagnósticos e tratamentos diferentes.

Quem pode ter artrite?

Pessoas de qualquer idade, sexo e raça podem desenvolvê-la, sendo uma das principais causas de incapacidade no Brasil. É mais comum entre as mulheres e sua frequência aumenta à medida que as pessoas envelhecem.  Além disso é mais comum em pessoas acima do peso. A história familiar aumenta a chance de desenvolver.

Quais os sintomas ?

Os achados clínicos mais comuns encontrados são dor, edema (aumento de volume), calor, rigidez (sensação de mão endurecida principalmente pela manhã), redução da amplitude do movimento e eritema (vermelhidão). Cada doença, responsável pelo desenvolvimento da artrite, apresentará um padrão de acometimento diferente, como por exemplo:

  • acometer apenas uma articulação (monoartrite) ou diversas (poliartrite);
  • comprometer grandes articulações ou pequenas articulações;
  • ser simétrica (acomete os dois lados do corpo) ou assimétrica;
  • causar rigidez de poucos minutos ou de várias horas;
  • acometer articulações da coluna ou não;
  • ser de início agudo ou insidioso;
  • causar vermelhidão na articulação ou não.

Cada característica descrita anteriormente vai levar o médico a pensar em uma determinada doença, chegando a um diagnóstico definitivo. Por isso a importância de uma história clínica bem feita e um exame físico completo.

Quais as causas de artrite?

Pode ser decorrente de trauma (artrite traumática), infecção (séptica ou infecciosa), cristais de ácido úrico (metabólica), autoimunidade (como por exemplo, artrite reumatoide, espondilite anquilosante, artrite psoriásica e outras) ou por desgaste natural da cartilagem (osteoartrite). Existem  diversas outras causas, porém não tão comuns como as citadas anteriormente.

As principais doenças que causam artrite são artrite reumatoide, osteoartrite (artrose) e gota

Como chegar ao diagnóstico?

O diagnóstico  é realizado pelo médico através do exame físico. Durante o exame serão constatados a presença do aumento de volume articular, calor nas articulações, a possibilidade de limitação ou deformidade articular  e de eritema local.

Descobrir a causa de uma artrite é como a montagem de um quebra-cabeça. Várias peças são necessárias para se chegar ao diagnóstico. Logo, são sempre necessários uma história clínica e exame físico bem feitos, seguidos muitas vezes de exames laboratoriais específicos, exames de imagem e da análise do líquido sinovial (líquido presente na articulação).

As manifestações extra-articulares ajudam bastante a montar esse quebra-cabeça . Seguem abaixo alguns sinais e sintomas extra-articulares que ajudam a chegar a sua respectiva causa:

  • Rash malar ou fotossensibilidade -> Lúpus Eritematoso Sistêmico
  • Boca seca e olhos secos -> Síndrome de Sjögren
  • Lesões eritemato-descamativas -> Artrite Psoriásica
  • Presença de tofos -> Gota
  • Diarreia crônica -> Enteroartropatia  (associado a Doença de Crohn ou Retocolite Ulcerativa)
  • Uretrite e conjuntivite -> Artrite Reativa
  • Uveíte anterior -> Espondiloartrites

Como realizar o tratamento de artrite? E como prevenir?

O objetivo do tratamento é reduzir o quadro de dor e edema da articulação e consequentemente, evitar danos permanentes.  Por isso é importante o diagnóstico correto e precoce, já que cada doença que causa a artrite tem um  tratamento medicamentoso específico. Em nosso blog você encontrará o tratamento específico para cada doença.

Embora a maioria dos pacientes se beneficiem do uso de medicamentos como anti-inflamatórios não hormonais ou corticosteroides para alívio dos sintomas, deve se individualizar cada caso para avaliar sua necessidade e o tempo a ser usado. 

Nem todas as causas de artrite são possíveis prevenir, como por exemplo, as artrites decorrentes de doenças autoimunes. Entretanto, sabe-se que um estilo de vida saudável pode ajudar a evitar uma evolução mais agressiva. O tabagismo, por exemplo, aumenta o risco de desenvolvimento de artrite reumatoide em pessoas suscetíveis geneticamente , além de aumentar o risco de desenvolver uma doença mais grave.

Já em alguns casos, como na artrite gotosa, uma dieta com baixa ingesta de proteína e álcool, controle glicêmico e pressórico adequados podem ser suficientes para evitar o desenvolvimento da doença.

Em nosso blog você também encontrará orientações específicas de cada doença que podem ajudar na prevenção da artrite.

Não deixe de ler também: 

Reumatismo

Reumatismo: entenda o que é 

 

causa do lúpus

Lúpus: Sintomas, causas e tratamento

 

artrite

Um guia completo sobre reumatismo e seus tipos mais comuns 

 

A Loyola e Avellar possui profissionais capacitados e tem como objetivo cuidar da saúde e bem-estar de seus pacientes.  Agende sua consulta agora mesmo:  whatsapp ou 41.3076-3054

Artrite - Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca

Dr. Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca – Reumatologista