DISFUNÇÃO DA ATM

Disfunção da ATM

“ATM” é uma abreviatura da palavra “Articulação Temporomandibular” e está relacionada à articulação logo à frente do ouvido que é responsável pelos movimentos executados pela mandíbula, como abertura e fechamento da boca.
Qualquer problema que impeça a função ou leve a um funcionamento inadequado deste complexo sistema de músculos, ligamentos, discos e de ossos é chamado de DTM, sigla que corresponde à Disfunção Temporomandibular.
Os principais sinais e sintomas da DTM são:
  • Dores de cabeça, face, pescoço e próximo ao ouvido;
  • Dificuldade, dor ou limitação dos movimentos da mandíbula;
  • Cansaço dos músculos da mastigação;
  • Dores referidas em outras regiões da cabeça, face e dentes;
  • Travamento mandibular;
  • Sons na ATM durante a fala ou mastigação, dentre eles os cliques (estalidos) ou crepitações articulares;
  • Mudanças na mordida de forma súbita.

 

Causas das DTMs
Não existe uma causa específica para as Disfunções da ATM (DTM), por este motivo, classifica-se a DTM como multifatorial.
Diversos fatores podem predispor, desencadear, perpetuar ou contribuir para o desenvolvimento das DTMs. Tais como: trauma, estresse emocional, apertamento dos dentes quando acordado, bruxismo do sono, hiperatividade muscular através de hábitos como mastigar chicletes ou roer unhas, doenças reumatológicas, e até mesmo fatores genéticos.

 

Diagnóstico
A história clínica da DTM relatada pelo paciente é de extrema importância para realização do diagnóstico. A partir desta história podemos entender melhor o padrão e tipo de dor apresentada, há quanto tempo ela acontece, se existem sintomas associados (dor de cabeça, zumbido, dor de ouvido, sensação de ouvido tampado, dor cervical) e qual a interferência dessa dor na qualidade de vida do paciente. Esta história, juntamente com um exame clínico minucioso do paciente, são ferramentas necessárias para o correto diagnóstico. No exame clínico são observados alterações no padrão de abertura bucal como desvios, ruídos articulares no movimento da mandíbula, dor à palpação dos músculos da mastigação e cervicais, limitação da abertura bucal, etc. Perguntas em relação à hábitos orais, qualidade de sono e tratamentos médicos também são feitas pelo especialista.
Exames complementares como radiografias, tomografias e ressonâncias magnéticas podem ser necessárias para realização ou confirmação do diagnóstico, uma vez que permitem visualização de possíveis mudanças morfológicas, processos degenerativos das ATMs e deslocamento dos discos articulares, respectivamente.

 

Como tratar a DTM
O tratamento de DTM é feito a partir do controle dos sinais e sintomas. O que se procura com o tratamento da DTM, inicialmente, é minimizar o quadro doloroso, melhorar o funcionamento do sistema mastigatório e devolver qualidade de vida ao paciente. Sempre priorizando, no começo do tratamento, uma terapia conservadora, que inclui:
  • Terapias de suporte: como massagens e técnicas de relaxamento, termoterapia e fisioterapia;
  • Terapia farmacológica: analgésicos, antiinflamatórios, relaxantes musculares, etc;
  • Placa miorrelaxante / Placa de mordida: Este aparelho é feito sob medida e encaixa-se nos dentes superiores ou inferiores. Ele deve ser acompanhado e ajustado regularmente;
  • Acupuntura e infiltração de pontos gatilho de dor;
  • Infiltrações articulares,
Ruídos articulares nem sempre são passíveis de resolução. Em alguns casos mais severos, somente a cirurgia da ATM pode resolver o problema. Dessa forma, o correto diagnóstico é essencial para o tratamento do paciente portador de DTM.

 

Na presença desses sintomas que profissional devo procurar?
Se você apresenta um ou mais sinais e/ou sintomas de DTM procure um cirurgião-dentista especialista em Disfunção da ATM e Dor Orofacial.

Dúvidas frequentes

Os sintomas relacionados à Disfunção da ATM podem ocorrer em qualquer idade?
Sim. Pessoas de qualquer idade estão sujeitas a disfunção da ATM, desde crianças até idosos.

 

Quais são as consequências do não-tratamento?
Na maioria dos casos, depois que instalada, a doença sofre progressões. Já que não se pode determinar com exatidão sua velocidade e consequências, o tratamento quando feito de forma mais rápida, trará resultados e soluções melhores, atuando muitas vezes de forma preventiva.

 

Por que o problema de DTM pode causar dor de cabeça e dor de ouvido?
A disfunção da ATM pode estar associada à cefaléias primárias, tais como a cefaléia do tipo tensional ou a migrânea (enxaqueca), sendo uma comorbidade, podendo piorar ou perpetuar a dor dessas cefaléias,  ou pode ser a causa de uma cefaléia (dor de cabeça). Para diagnóstico diferencial dessas condições são necessárias informações sobre o tipo de dor, localização, duração e como ela se comporta. Na cefaléia secundária à DTM, por exemplo, a dor se modifica de acordo com a função mandibular ou palpação dos músculos da mastigação. O apertamento e/ou ranger dos dentes quando associados ao estresse, ansiedade e concentração também podem desencadear quadros crônicos de dores nos músculos que envolvem a cabeça.
No caso da dor de ouvido, uma vez considerada a proximidade entre este e as ATMs, é comum o paciente confundir a origem da dor. Nestes casos, uma dor na ATM pode ser interpretada pelo paciente como uma dor de ouvido. Ao procurar o otorrinolaringologista, não é identificado nenhum problema com o ouvido do paciente, e o profissional especialista em DTM deve ser procurado.

 

Como ocorrem as DTMs nas crianças?
Os sinais e sintomas de DTM nas crianças são os mesmos observados em pacientes adultos, no entanto, a DTM passa muitas vezes despercebida ou são confundidas com outras condições de saúde. Além da DTM aparentemente possuir um componente hereditário, traumas no queixo, cabeça ou pescoço podem levar ao desenvolvimento do problema. Além de hábitos como roer unhas e mascar chicletes frequentemente.

 

O tratamento com as crianças é diferente?
Não. Nas crianças o tratamento preconizado deve obedecer os mesmos princípios do tratamento para o adulto, priorizando técnicas conservadoras e reversíveis, como terapias de suporte, exercícios fisioterápicos, técnicas com enfoque cognitivo-comportamental, remoção de hábitos bucais deletérios e, em casos específicos, placas miorrelaxantes de acrílico.
O estado emocional pode desencadear a disfunção de ATM?
Sim. A tensão e/ou estresse psicológico podem causar ou manter condições dolorosas das DTMs, piorando a sensibilidade dolorosa dos pacientes portadores dessas disfunções, provavelmente devido à hiperatividade do Sistema Nervoso Central e redução da produção de cortisol.

 

O apertamento dos dentes pode provocar a disfunção?
Sim. O apertamento dos dentes realizado durante o dia, que é chamado de “Bruxismo em Vigília”, pode ser um fator causador de disfunção da ATM.

 

Como devem ser usadas as placas de mordida?
Normalmente o uso da placa miorrelaxante é noturno (durante o sono). Em alguns casos específicos, recomenda-se o uso por mais tempo.

Descubra já o seu diagnóstico, marque sua consulta!

FALE CONOSCO

Nos envie uma mensagem pelo formulário ao lado!

Você também pode agendar um horário pelo site www.consulteaqui.com.br, ou ligue agora:

41. 3076-3054