Blog

Sálvia vermelha, erva da medicina chinesa, poderá ser usada no tratamento da osteoporose

De: | Tags: , , | Comments: 0 | fevereiro 4th, 2018

LOYOLA & ATUALIZAÇÕES

Uma erva amplamente utilizada na medicina chinesa tradicional, a sálvia vermelha pode conter a chave para uma nova terapia da osteoporose que poderá prevenir a perda óssea sem causar efeitos colaterais.

Utilizando um composto proveniente da sálvia vermelha, pesquisadores da UBC (University of British Columbia – Vancouver) encontraram uma maneira de bloquear seletivamente uma enzima conhecida como Cathepsina K (CatK), que desempenha um papel importante na quebra de colágeno nos ossos na osteoporose. Os resultados foram publicados no Journal of Bone and Mineral Research.

“O desenvolvimento de medicamentos para osteoporose pela indústria farmacêutica tem enfocado fortemente no bloqueio de CatK nos últimos anos”, disse Dieter Brömme, professor da Faculdade de Odontologia e pesquisador do Canadá. “Todos os ensaios clínicos até o momento fracassaram devido os efeitos adversos como acidente vascular cerebral, fibrose da pele e problemas cardiovasculares. Descobrimos uma maneira de bloquear a CatK apenas no tecido ósseo que acreditamos que irá evitar esses outros efeitos negativos”.

Os pesquisadores utilizaram um composto derivado de sálvia vermelha em células ósseas de humanos e de ratos e em modelos de ratos. Eles descobriram que este composto impediu a perda óssea e aumentou a densidade mineral óssea  em 35% nos camundongos tratados, em comparação com o grupo controle.

O estudo baseia-se em pesquisas antecedentes de Brömme e  sua equipe, que analisaram a eficácia da sálvia vermelha, conhecida como Danshen em chinês e usada para tratar doenças ósseas, para interromper a atividade da CatK de maneira limitada.

Os bloqueadores de enzimas funcionam como chaves em fechaduras. A maioria das drogas em desenvolvimento foi denominada de inibidor ativo do sitio, que atua como chave mestre e bloqueia toda a enzima, inibindo tanto as suas funções relevantes como a degradação do colágeno e suas outras funções normais.

“A CatK é uma enzima multifuncional com papéis essenciais em outras partes do corpo e inibí-la completamente é o que causa os seus efeitos colaterais inesperados em outras drogas”, disse Preety Panwar, um associado de pesquisa no laboratório de Brömme. “Nosso composto apenas bloqueia a atividade de CatK de degradação de colágeno, evitando a quebra de colágeno não regulada nos ossos sem quaisquer outros efeitos negativos”.

O tratamento também pode ser utilizado para tratar uma variedade de outras doenças ósseas e de cartilagem, como artrite e determinados tipos de câncer ósseo.

A osteoporose é um problema de saúde global que afetará uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens em todo o mundo, com uma indústria farmacêutica de vários bilhões de dólares dedicada a encontrar tratamentos para parar sua progressão.

Texto publicado no Science Daily

Não deixe de ler também: 

Osteoporose

 

Osteoporose: Diagnóstico, Tratamento e Prevenção. 

 

adesão

 

Marcadores ósseos podem aumentar a adesão ao tratamento da osteoporose 

 

A Loyola e Avellar possui profissionais capacitados e tem como objetivo cuidar da saúde e bem-estar de seus pacientes.  Agende sua consulta agora mesmo:  http://loyolaeavellar.com.br/clinica/contato/ ou 41.3076-3054

Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca CRM-PR 24-812

 

Dr. Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca – Reumatologista

 

Compartilhe...

Comentários

comentários