Blog

Exercícios de quadril podem melhorar sintomas de artrose de joelhos

De: | Tags: , , | Comments: 0 | abril 19th, 2019

L&A ATUALIZAÇÕES
Exercícios de quadril e artrose de joelhos

De acordo com um estudo de revisão, pacientes com artrose de joelhos podem se beneficiar realizando exercícios de fortalecimento do quadril. Exercícios específicos podem melhorar a capacidade de andar, função articular e reduzir dor em joelhos.

Baseado em dados de oito ensaios clínicos com um total de 340 pacientes, a equipe do estudo relatou no British Journal of Sports Medicine que exercícios de fortalecimento do quadril envolvendo pesos ou bandas elásticas seriam os mais benéficos.

“Apesar de saber que exercício é benéfico, qual tipo de exercício deve ser incluído em um programa completo de exercícios permanece ainda desconhecido”, disse o autor Andrew Hislop, da Universidade de Queensland, em Brisbane, na Austrália.

Hislop também observou que apesar da maioria das diretrizes internacionais recomendar exercício no tratamento conservador da osteoartrite de joelho, muitos médicos não seguem essas orientações ou não os encaminham ao fisioterapeuta para uma consulta adicional.

Hislop e seus colegas fizeram uma revisão sistemática e meta-análise dos ensaios clínicos randomizados que investigaram o resultado da introdução de exercícios de fortalecimento do quadril a um regime comumente prescrito de fortalecimento dos músculos quadríceps da coxa em pessoas com osteoartrite do joelho.

Os pesquisadores observaram se os aspectos da função de caminhada melhoraram, bem como se a dor e a qualidade de vida foram afetadas pela introdução dos exercícios de fortalecimento do quadril.

Também foram avaliados três tipos de exercícios de quadril para ver quais tiveram melhores resultados: levantamento de peso de resistência, exercícios neuromusculares funcionais, como agachamento unipodal ou stepping, e o chamado exercício multimodal que combinou esses dois exercícios.

Observou-se que a introdução dos exercícios de fortalecimento do quadril melhorou significativamente a função de marcha, embora não tenha causado efeito estatisticamente significativo na dor, na função de escada ou na capacidade de se levantar da posição sentada.

No entanto, quando os pesquisadores analisaram individualmente os exercícios de quadril, perceberam que os exercícios de resistência eram mais eficazes do que os exercícios neuromusculares funcionais na melhora da dor e da função. O exercício multimodal não apresentou efeito adicional.

Segundo Hislop, o fortalecimento dos músculos do quadril, principalmente os abdutores, pode melhorar o controle da pelve e do tronco, aliviando a carga sobre os joelhos.

“Muitos profissionais de saúde estão preocupados apenas com o local de acometimento da doença, esquecendo das repercussões regionais que ela pode causar”, disse Dr. Jamil Natour, chefe de Reumatologia da Universidade Federal de São Paulo, no Brasil, envolvido também no estudo. “Devemos verificar se o quadril ‘normal’ de um paciente com osteoartrite no joelho é avaliado e possivelmente reabilitado”, disse à Reuters Health por e-mail.

Os pesquisadores também querem esclarecer como o exercício tem influência na dor em pacientes com osteoartrite do joelho. O efeito pode ser físico, mas também pode ser devido a outros fatores, como a melhora do bem-estar geral, a atenção de um profissional de saúde ou um efeito placebo.

Texto publicado no Medscape – Rheumatology

 

Não deixe de ler também: 

 

Nova estratégia terapêutica para oosteoartrite pode ter sido encontrada

 

 

Reumatismo: Entenda o que é

 

Osteoporose

 

Osteoporose: Diagnóstico, Tratamento e Prevenção. 

 

A Loyola e Avellar possui profissionais capacitados e tem como objetivo cuidar da saúde e bem-estar de seus pacientes.  Agende sua consulta agora mesmo:

 http://loyolaeavellar.com.br/clinica/contato/ ou 41.3076-3054

 

Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca CRM-PR 24-812

 

Dr. Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca – Reumatologista

Compartilhe...

Comentários

comentários