Blog

Atividade física – O que é importante saber?

De: | Tags: , , | Comments: 0 | julho 8th, 2016

Atividade física é definida como qualquer movimento corporal produzido pela musculatura que resulta em gasto de energia. Podemos classificar a atividade física em ocupacional ou de lazer. A atividade física ocupacional compreende aquela que ocorre no trabalho, incluindo a atividade doméstica, enquanto que a atividade física de lazer engloba a recreativa ou desportiva (esporte), e a atividade física para promoção de saúde (exercício físico).

 

Com que frequência se recomenda a prática de atividade física?

Recomenda-se pelo menos 150 minutos semanais de exercícios físicos aeróbicos de intensidade moderada combinados com exercício de resistência muscular (musculação), com o objetivo de promoção e manutenção da saúde. Para os pacientes sedentários, o início da prática de atividade física deve ser com parcimônia, aumentando gradualmente a duração e a frequência dos exercícios físicos na semana, com intuito de atingir uma regularidade e consequentemente benefício cardiovascular.

 

Quais os benefícios a curto e longo prazo da atividade física?

Os benefícios da atividade física são diversos e já iniciam logo após o primeiro esforço. O efeito agudo é aquele que tem efeito imediato para o nosso organismo ou que pode durar por até 24h (efeito subagudo). Aumento do fluxo sanguíneo muscular e coronariano, redução da pressão arterial, da glicemia e dos marcadores inflamatórios são exemplos dessa ação imediata. No efeito crônico ou de longo prazo da atividade física observa-se: redução da frequência cardíaca e dos valores pressóricos, melhora no perfil lipídico e glicêmico, melhora na aptidão cardiorrespiratória, redução de risco de doenças degenerativas (ex.: demências) e cardiovasculares, aumento da massa óssea, melhor controle do peso corporal, redução da ansiedade e dos sintomas associados à depressão, dentre outros.

 

Quais os riscos de praticar atividade física somente no final de semana?

Essa é uma pergunta muito comum nos consultórios de cardiologia. Já é conhecimento de todos que a prática de atividade física regular tem efeito benéfico no aspecto cardiovascular. Porém, a dúvida surge quando essa prática é irregular, como por exemplo atividade física somente no final de semana. Os dados na literatura comprovam que existe grande benefício cardiovascular só pelo fato do paciente deixar de ser sedentário. Logo, não devemos coibir as pessoas de praticarem atividade física. No entanto, a recomendação é de que inicialmente os indivíduos realizem atividades leves a moderadas. Somente após estarem adaptados, caso julguem confortável e não haja nenhuma contraindicação, é que devem passar às vigorosas.

É fundamental uma avaliação médica antes de qualquer prática de exercício físico, para evitar complicações como lesões osteomusculares ou eventos cardíacos, mais comuns em pacientes que não realizam atividade física regularmente e que resolvem praticar atividade de moderada a alta intensidade (como tênis, futebol ou natação) repentinamente.

 

Como convencer alguém a praticar atividade física e a cuidar mais da saúde?

Não é uma tarefa fácil, mas é possível. Em primeiro lugar, é fundamental haver uma boa relação médico-paciente, algo que vem se perdendo ultimamente. Somente o fato de o paciente confiar em seu médico, aumenta a chance de aderência às orientações e tratamento instituídos. Em segundo lugar, os médicos devem expor aos pacientes todos os benefícios decorrentes de uma alimentação saudável, da prática de atividade física, do bem-estar psicossocial, e orientar sobre os riscos causados pelo sedentarismo, má alimentação, tabagismo e obesidade, esta última, a pandemia do século XXI.

 

Quando devo procurar um especialista antes da prática de atividade física?

Recomenda-se que todo indivíduo candidato à prática de atividade física seja submetido a uma avaliação médica, com objetivo de conhecer o histórico de saúde e familiar, detectar fatores de risco e avaliar a presença de doenças cardiovasculares e pulmonares subjacentes ou doenças do aparelho locomotor.  A realização de exames cardiológicos complementares deve ser individualizada.

Independentemente da idade, a atividade física sempre é bem-vinda, e deve fazer parte do dia a dia de todas as pessoas.  Porém é sempre importante uma avaliação médica inicial antes de encarar essa mudança de estilo de vida.

Compartilhe...

Comentários

comentários