Blog

Medicamento anifrolumab não consegue atingir objetivo principal no tratamento do lúpus eritematoso sistêmico

De: | Tags: , , , , | Comments: 0 | outubro 15th, 2018

L&A ATUALIZAÇÕES

Segundo a farmacêutica britânica AstraZeneca, o medicamento anifrolumab não conseguiu atingir sua meta principal em um estudo clínico que trata pacientes com lúpus moderado a grave.

O anifrolumab, administrado por via intravenosa, seria destinado a pacientes com lúpus moderado a grave e funcionaria de uma forma diferente do Benlysta (belimumab) da GlaxoSmithKline, tendo como alvo o interferon tipo 1, uma proteína envolvida na inflamação.

A AstraZeneca disse que a droga não atingiu o objetivo principal na fase final de um dos dois testes clínicos do programa TULIP, falhando em mostrar “significância estatística” na redução da atividade da doença em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico.

“O resultado deste estudo é decepcionante para os pacientes e a comunidade lúpica”, disse Sean Bohen, diretor médico da AstraZeneca.

A AstraZeneca participou de uma corrida com a GlaxoSmithKline e a empresa francesa de biotecnologia Neovacs para criar novos tratamentos para o lúpus, que afeta cerca de 5 milhões de pessoas no mundo.

Texto publicado na Medscape – Rheumatology

 

 

Não deixe de ler também: 

causa do lúpus

 

Lúpus: Sintomas, causas e tratamento

 

epratuzumab

 

Epratuzumab beneficia pacientes com LES e síndrome de Sjögren secundária, diz estudo

 

A Loyola e Avellar possui profissionais capacitados e tem como objetivo cuidar da saúde e bem-estar de seus pacientes.  Agende sua consulta agora mesmo:  http://loyolaeavellar.com.br/clinica/contato/ ou 41.3076-3054

Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca CRM-PR 24-812

 

Dr. Marcelo de Loyola e Silva Avellar Fonseca – Reumatologista

Compartilhe...

Comentários

comentários